Mulher é vítima de latrocínio em Jardim; vítima teve subtraída sua bicicleta e o celular

Marquiana Pereira dos Santos, de 26 anos foi localizada sem vida com um saco plástico no seu rosto amarrado com um fio (cabo de extensão). Nenhum criminoso foi identificado.

Mulher é vítima de latrocínio em Jardim; vítima teve subtraída sua bicicleta e o celular
Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Uma jovem de 26 anos foi vítima de latrocínio (Roubo seguido de morte) no último sábado (14), no município de Jardim-CE. Nenhum criminoso foi identificado. Vítima teve o celular e sua bicicleta roubados.

De acordo com o Destacamento Policial Militar de Jardim, o pai da vítima, José Pereira Gonçalves, por volta das 21h30min informou àquela unidade de polícia que a filha Marquiana Pereira dos Santos, de 26 anos saiu de casa na Serra Gravata 1 por volta das 05h30min para ir ao bar do irmão, este que teria fechado o estabelecimento e viajado e ela ido ao comércio se transportando numa de bicicleta levando um celular para o local  onde faria limpeza e colheria latinhas e não mais retornou a sua residência. Diante disso, parentes saíram à procura de Marquiana e avisaram o caso a Polícia.

Uma equipe de militares foi à casa dos familiares da vítima para colher mais informações sobre o ocorrido, logo após, fez diligências na região, mas não obteve êxito em localizar a jovem desaparecida. Cerca de uma hora depois, o destacamento PM tomou conhecimento através da família, do achado de cadáver de Marquiana no Sítio Serra Gravata 2, próximo aos Eucaliptos, área de difícil acesso.

O policiamento compareceu ao local onde constatou que a vítima havia sido morta por asfixia mecânica, sendo utilizado no crime, um saco plástico amarrado com um fio ( cabo de extensão) no rosto da mesma e que a bicicleta e o celular da jovem teriam sido subtraídos, provavelmente pelo suspeito do crime.

Familiares de Marquiana disseram a polícia, não fazerem ideia de quem teria tirado a vida Marquiana, pois ela nunca teria feito mal a ninguém e inclusive tomava medicamentos controlados. O policiamento militar diligenciou em torno do fato, mas sem, contudo lograr em prender algum suspeito do crime e nem em localizar , os objetos da vítima. A Polícia Civil investiga o caso.

Por: Agência Caririceara