Polícia prende dupla que se passou por vítima para se livrar de flagrante por roubo no Ceará

O grupo é suspeito de cometer roubos, no último sábado (1º), nas cidades de Crato, Farias Brito e Altaneira

Polícia prende dupla que se passou por vítima para se livrar de flagrante por roubo no Ceará

A Polícia Militar do Ceará prendeu Ana Maria da Silva Bernardo, 23, e Paulo César da Silva Santos, 23, por roubo. O casal se identificou como vítima depois de uma abordagem a veículo suspeito com troca de tiros. Dois outros envolvidos fugiram armados. O grupo é suspeito de cometer roubos, no último sábado (1º), nas cidades de Crato, Farias Brito e Altaneira.

Uma equipe da 3ª Companhia do 2º Batalhão Policial Militar, na cidade de Altaneira, realizava policiamento de rotina quando recebeu informações sobre um carro HB20, de cor prata, com quatro suspeitos armados e utilizando máscaras e jaquetas.

Segundo informações preliminares, o grupo havia praticado roubos na Ponta da Serra da cidade de Crato, bem como na zona rural da cidade de Farias Brito e Altaneira. As suspeitas apontavam, ainda, que o veículo estava em uma estrada carroçável que liga a cidade de Farias Brito a Altaneira.

A composição realizou diligências, chegou até o veículo informado e deu voz de parada para abordagem. O carro estacionou, mas os suspeitos não obedeceram a ordem policial para desembarcar do veículo e permaneceram imóveis. A equipe continuou ordenando o desembarque para a abordagem, momento em que dois homens saíram do carro, rapidamente, efetuando disparos de arma de fogo contra os policiais militares, que revidaram a agressão. Os dois homens adentraram a zona de mata e tomaram rumo desconhecido.

Em seguida, foi questionado se havia mais ocupantes no veículo. Depois disso, saiu um casal informando que eram vítimas dos homens e contaram histórias inconsistentes, que levou a suspeita.

Foi localizada, no interior do carro, a placa do carro, sete aparelhos celulares, uma televisão, uma caixa de som, documentos pessoais do casal, um chip quebrado de celular, uma máscara, uma jaqueta e R$ 630 na carteira de Paulo César.

O casal e o material apreendido foram apresentados na Delegacia do Crato onde os suspeitos foram autuados por roubo. Paulo César já tinha antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo e por arma branca.

Por:  GCMAIS