Com os dias contados, Facebook vai mudar de nome até o fim de outubro

A ideia é tirar a plataforma do estigma de “rede social” e torná-la uma empresa múltipla com inúmeras formas de interação

Com os dias contados, Facebook vai mudar de nome até o fim de outubro

Uma das redes sociais mais populares no Brasil, atrás apenas do WhatsApp, que pertence ao mesmo grupo, o Facebook vai mudar de nome em breve.

 

O rebranding – ou ressignificação – da marca será anunciado pelo CEO Mark Zuckerberg no dia 28 de outubro, na Conferência Anual Connect.

Com a nova nomenclatura, o Facebook aposta na mudança de interatividade proposta pelo metaverso, que permitirá mais envolvimento dos usuários no ambiente digital.

A ideia é tirar a plataforma do estigma de “rede social” e torná-la uma empresa múltipla com inúmeras formas de interação, inclusive com jogos, experiências reais do mundo 3D virtual compartilhado, interativo e colaborativo.

O novo nome é guardado a sete chaves, mas como todo segredo tem uma ponta desvendável, Horizon é uma aposta para a nova identificação, que já foi até mencionada pelo Facebook há cerca de dois meses, como nova ferramenta em expansão.

Facebook anuncia criação de dez mil novos empregos

As vagas foram anunciadas por Javier Olivan, vice-presidente para área de ‘central product services’ do Facebook. As oportunidades são para atuação no Reino Unido e deverão ser criadas nos próximos 5 anos.

De acordo com a nota divulgada pela empresa, a intenção do Facebook é criar a plataforma metaverso, que pretende criar espaços virtuais a fim de aproximar as pessoas através de tecnologias como a realidade virtual aumentada. A ideia, segundo a plataforma, é transformar a experiência online cada vez mais próxima do contato real.

O Facebook afirma que o metaverso funcionará como a Internet, sem proprietários ou pessoas que o operem, ampliando as oportunidades criativas, sociais e econômicas.

Para a empresa, a UE tem vantagens em comparação a outros lugares por possuir um grande mercado de consumo, boas universidades e talentos na área de tecnologia.

A rede busca engenheiros altamente especializados e apostou na União Europeia para encontrar os profissionais desejados.

Por: Gcmais